BRASIL FIQUE POR DENTRO

Curitiba tem projeto de lei que prevê multa ao estabelecimento que proibir amamentação.

quarta-feira, julho 08, 2015salua

"Eu deveria alimentar o meu bebê, onde ???" auto retrato de Tamar Shugert.


Quando o assunto é amamentação em público, amamentação prolongada, mamadeiras, chupetas, parto natural, parto cirúrgico, mães que trabalham fora, mães que trabalham em casa, ou seja, tudo que for polêmico ... vem as discordâncias de opiniões, que logo se transformam em guerra nas redes sociais.

Vivemos em uma sociedade hipócrita e pseudo conservacionista, digo isso, pois muitos que se posicionam desfavoráveis às mães amamentarem em público, não fazem o mesmo na época do carnaval! Não seria hipocrisia isso?! Eu acho.

Temos liberdade de escolha, pois até onde sei, nascemos livres, e o modo como escolhi ter, alimentar, criar, vestir e educar meu filho, diz respeito somente a mim e ao pai do meu filho, e a ninguém mais. Desde que, no processo todo, não seja infligido nenhuma lei, é problema nosso, e não do vizinho, da tia, da amiga, da estranha, que achou diferente eu carregar meu filho de 4 anos nas costas em uma mochila, ou que acha ruim eu não permitir que estranhos o toquem. 

Deveria ser, mas não é. 

A sociedade se ocupada demais com o que o outro faz da própria vida.  Se a mãe da mamadeira - "ah não pode", se a mãe carrega o bebê no sling - Deus me livre! Se a mãe escolheu ficar em casa e teve essa oportunidade de escolha, ela de acordo com as línguas maldosas, passa do dia fazendo nada. 

Se ocupar da vida alheia, me parece ser o esporte favorito de muita gente.

Não seria lógico, essas pessoas demonstrarem toda sua irá e indignação, também quando as musas do carnaval aparecerem em público com suas mamas à mostra?! Mas, contradizendo a lógica, somente os seios cheios de leite das mães que amamentam seus bebês, são considerados atentados ao pudor.
Vai entender isso, não é mesmo! 

O fato, é que tem muita gente achando feio e falta de educação, uma mãe alimentar seu bebê com leite oriundo de seus seios e o pior, fazer isso em público, pois onde já viu, tirar uma parte do seio para fora da roupa em público e deixar o bebê mamar! 

Por falar nisso, está pipocando no youtube esse vídeo  "4 Reasons Women Should NEVER Breastfeed in Public"da Kristina Kuzmic, onde ela ironiza a amamentação em público, achei fantástico, vale a pena ver.



E é graças à pessoas preconceituosas, que alguns estados do Brasil estão criando leis que garantem e protegem a mãe e o bebê de serem discriminados e constrangidos por estarem fazendo o que a natureza determina, dar alimento e amor.

O mais chocante é o fato de ter que existir uma lei especifica para isso, onde está o problema? Está na hipocrisia das pessoas, está na maldade que existe somente na mente perversa de quem vê sexualidade e erotização na imagem de uma mãe amamentando. 

Não haveria necessidade de criação de uma lei para isso, se a sociedade em que vivemos fosse esclarecida e livre de preconceitos, mas enquanto a luz do conhecimento não chega, leis tem que ser criadas.

E uma ótima noticia para as mães de Curitiba.

Seguindo a mesma linha dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro (leia mais), Curitiba está com um projeto de lei, que tramita desde abril. Ele prevê multas aos estabelecimentos, que constrangerem e proibirem uma mãe de amamentar dentro do estabelecimento.


...projeto de lei que cria multa para estabelecimentos públicos ou privados que proibirem ou constrangerem o ato da amamentação (005.00066.2015). Os valores são de R$ 500,00 ou, em caso de reincidência, R$ 1.000,00.





Fontes:
Prefeitura de Curitiba - http://www.cmc.pr.gov.br/ass_det.php?not=24491

Foto de Tamar Shugert do deafio “52 Make a Statement - The Weekly Photo Challenge”

Vídeo de Kristina Kuzmic https://www.youtube.com/user/stickycook

Postagens Relacionadas

0 comentários

Vai comentar!?

Adoro comentários

Beijos e fique a vontade

AS MAIS LIDAS

FALE CONOSCO